Netflix – Conheça as melhores Séries Originais da plataforma

Você também é fã de carteirinha da Netflix? Então conheça as melhores séries originais do serviço de streaming. Tem de tudo que você pode esperar! Ação, comédia, romance, drama e tudo pra você maratonar até cansar.

Lista das melhores séries da Netflix

Jessica Jones (2015)

Após uma breve carreira como super-heroína, Jessica Jones (Krysten Ritter) resolve aposentar os poderes que adquiriu ainda na adolescência. Ela então recomeça sua vida trabalhando como investigadora particular. Mas o retorno de um vilão de seu passado (David Tennant) a obriga a lutar contra seus próprios demônios e usar sua força para ajudar os outros e a si mesma.

Uma heroina

O retrato de uma heroína forte, porém vulnerável, que luta todos os dias para lidar com seu estresse pós-traumático, ressoou bem com o público. Jessica Jones terá mais uma temporada, que deve estrear em 2019; entretanto, não se sabe nada sobre o futuro da série. Com Demolidor, Luke Cage e Punho de Ferro canceladas, é de se esperar que Jessica Jones seja a próxima a ser finalizada pela Netflix.

Perdidos no Espaço (2018)

Reimaginando o seriado de 1963, Perdidos no Espaço acompanha a saga dos Robinson, uma família de colonizadores espaciais que se perde da nave-mãe, Resolute, após uma evacuação de emergência. Chegando a um planeta habitável, porém hostil, os Robinson precisam encontrar uma forma de sobreviver enquanto buscam um meio de se reconectar com a Resolute e seguir para o sistema solar Alpha Centauri.

Pessoas.

A série tem críticas mistas. A vilã fraca e as inevitáveis comparações com séries como Star Trek e Battlestar Galactica podem fazer com que fãs de ficção cientifica se decepcionem. Mesmo assim, alguns críticos acreditam que a produção tem potencial para se tornar mais um clássico espacial. Sua 1ª temporada conta com 69% de aprovação da crítica e 72% do público no Rotten Tomatoes. Perdidos no Espaço foi renovada para a 2ª temporada, que deve ser lançada em 2019, mas a Netflix ainda não confirmou a data.

O Justiceiro (2017)

Apresentado na 2ª temporada de Demolidor, o veterano de guerra Frank Castle (Jon Bernthal) ganhou uma série própria. Após ter sua família assassinada na sua frente, Castle assume a identidade do Justiceiro para perseguir e punir os responsáveis com suas próprias mãos. O Justiceiro é um anti-herói que não tem as mesmas restrições que grande parte dos heróis quanto a matar os seus inimigos.

Uma pessoa.

Críticas mistas deixaram O Justiceiro com uma média 66% de aprovação; apesar das cenas de ação eletrizantes, alguns consideraram o ritmo da narrativa lento e mal-estruturado. Já o público teve uma aprovação de 93%, elogiando como o estresse pós-traumático de Castle foi abordado.

Arrested Development (2003)

Transmitida originalmente pela FOX entre 2003 e 2006, a sitcom Arrested Development voltou com novos episódios produzidos pela Netflix. A série é focada na disfuncional família Bluth, que costumava ser rica até o patriarca George Bluth Sr. (Jeffrey Tambor) ser preso por desvio de verbas de sua empresa.

Um pôster.

A série tem uma média 76% de aprovação da crítica e 88% do público do Rotten Tomatoes. O seu ritmo rápido, o humor seco e as situações absurdas são pontos positivos. O passo em falso foi a 4ª temporada, quando foi revivida pela Netflix, em um modelo completamente diferente do proposto incialmente. Já a 5ª, lançada em 2018, retoma o tipo de humor da série original. A 5ª temporada foi dividida em duas partes; os primeiros 8 episódios foram disponibilizados em 2018. Ainda não existe uma data para o lançamento da segunda metade.

Stranger Things (2016)

Coisas estranhas acontecem na pequena cidade fictícia de Hawkins, no interior do estado de Indiana. Quando Will Byers (Noah Schnapp) desaparece misteriosamente, sua mãe (Winona Ryder), o xerife da cidade (David Harbour) e seu grupo de amigos fazem de tudo para procurá-lo. Ao mesmo tempo, o inesperado aparecimento de uma menina sem nome e com poderes telecinéticos (Millie Bobby Brown) e uma suspeita organização governamental que realiza experimentos secretos podem ser a chave para encontrar Will.

Stranger Things

Stranger Things tem 95% de aprovação de crítica e público do Rotten Tomatoes. É descrita como uma incrível homenagem aos anos 1980, tanto em sua atmosfera quanto em suas referências e inspirações, sem ser mais do mesmo. A série foi criada, roteirizada e dirigida pelos irmãos Duffer e teve como sua maior inspiração a cultura pop dos anos 80. As obras de Steven Spielberg, Stephen King, George Lucas, Ridley Scott, filmes de terror, videogames, brinquedos, lojas e desenhos animados da década estão presentes em várias formas. A 3ª temporada está com sua estreia marcada para o dia 4 de julho de 2019.

Gilmore Girls: A Year In The Life (2017)

Quem não se divertiu com as garotas Gilmore na série original, que foi transmitida entre 2000 e 2007? Dez anos depois, a Netflix trouxe Lorelai (Lauren Graham) e Rory (Alexis Bledel) de volta para as telinhas contando 1 ano na vida delas. Rory, agora uma jornalista freelancer, divide o tempo entre Nova York e Londres e se vê às voltas com um antigo amor. Já Lorelai passa por uma crise de meia-idade após a morte de seu pai, insatisfações com o trabalho e seu relacionamento com Luke (Scott Patterson).

Um pôster.

Com 85% de aprovação da crítica e 74% do público, A Year in the Life tem reações mistas. Enquanto alguns pensam que foi uma bela homenagem à série original, outros se frustraram com o desenvolvimento das personagens principais, que não parecem ter amadurecido muito nos últimos 10 anos. O principal alvo das reclamações do público é Rory, que parecia estar agindo mais imatura enquanto uma mulher adulta do que quando era adolescente.

Narcos (2015)

Com produção executiva do diretor brasileiro José Padilha e protagonizada por Wagner Moura, Narcos conta a vida de Pablo Escobar como o chefe do narcotráfico em Medellín, na Colômbia. Durante a série, é explorada sua relação com os agentes federais americanos (Boyd Holdbrook e Pedro Pascal) que tentam derrubar o seu cartel, devido ao surto de viciados em cocaína nos Estados Unidos.

Uma pessoa,

Narcos atingiu uma média de 89% de aprovação da crítica e 95% do público em suas três temporadas. Segundo os críticos, a série melhorou significativamente com o tempo em sua abordagem narrativa, mas a atuação do elenco principal sempre foi um ponto positivo, até mesmo na 1ª temporada, considerada a mais fraca. Narcos rendeu a Moura uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator.

Desventuras em Série (2017)

Baseada na série de livros homônima de Lemony Snicket, Desventuras em Série reconta a trágica história dos órfãos Baudelaire – Violet, Klaus e Sunny. Após perderem seus pais e sua casa em um inexplicável incêndio, os irmãos têm a sua guarda concedida ao malvado Conde Olaf.

Três crianças.

Ao perceberem que tudo o que ele quer é colocar as mãos na herança deixada por seus pais, os órfãos passam por diversos infortúnios tentando desmascarar os planos do Conde e sobreviver. Figuras excêntricas, pistas para solucionar a morte dos pais e uma misteriosa organização secreta parecem estar sempre no caminho dos infelizes Baudelaire. A saga tem média de 93% de aprovação da crítica, que destaca a fidelidade aos livros, a ambientação gótica e o humor sarcástico como pontos positivos. Já a nota do público é de 82%; alguns comentários no site indicam que o tom mórbido em uma série sobre crianças não é para todo mundo.

House of Cards (2013)

Primeira série original da Netflix, House of Cards acompanha a trajetória política do deputado Frank Underwood (Kevin Spacey) e sua ambiciosa esposa, Claire (Robin Wright), na busca de ascender aos mais altos escalões do governo americano a qualquer custo. Cheia de reviravoltas, traições e personagens complexos, House of Cards causou uma boa impressão e impulsionou a criação de dezenas de outras séries originais na plataforma.

Duas pessoas.

Com um ritmo mais lento e focado na narrativa, House of Cards retém 78% de aprovação da crítica e 84% do público do Rotten Tomatoes. A série sofreu um baque inesperado quando diversas denúncias de assédio sexual foram feitas conta o protagonista. Após investigação interna, Spacey foi afastado tanto de seu papel quanto da produção executiva. A Netflix anunciou uma 6ª e última temporada, que estreou em novembro de 2018, com Wright assumindo a liderança.

Black Mirror (2011)

Black Mirror pode ser considerada uma antologia. Apesar da temática em comum sobre tecnologia, e como ela afeta ou poderá afetar a vida humana, os episódios não têm ligação entre si e podem ser assistidos de forma avulsa. A série é uma análise da relação da sociedade atual com as novas tecnologias, explorando as consequências inesperadas que podem trazer e as paranoias vinculadas a elas. Atores como Bryce Dallas Howard, Jon Hamm, Hayley Atwell e Daniel Kaluuya já participaram em alguns episódios.

Um pôster.

O seriado tem uma média de 86% de aprovação da crítica e 90% do público ao longo de suas quatro temporadas. Black Mirror é aclamada por sua capacidade de prender o público em seu suspense, mesmo causando uma forte sensação de desconforto na audiência. As histórias que lidam com a forma como as empresas utilizam dados de seus usuários e as que envolvem a alienação causada pelas redes sociais são algumas das preferidas pelo público.

Orange Is The New Black (2013)

Em Orange is the new Black, Piper Chapman (Taylor Schilling) vê a sua vida de moça de classe média alta de Nova York virar do avesso quando é presa por envolvimento com tráfico de drogas. Na prisão federal de segurança mínima de Lietchfield, Piper precisa aprender a conviver com pessoas em situações sociais completamente diferentes da sua, viciadas em drogas, assassinas, ladras e até mesmo mulheres que foram presas injustamente.

Pessoas em um ônibus

Ela conta com uma média de 89% de aprovação da crítica e 86% do público. O equilíbrio entre humor e drama é um ponto positivo. As últimas duas temporadas tiveram reações mais frias, e parte da audiência sente que a narrativa perdeu um pouco de sua criatividade característica. A Netflix confirmou a renovação para a 7ª e última temporada, que deverá estrear em 2019.

Veja mais: Adam Sandler – Melhores filmes do ator!

Demolidor (2015)

Advogado durante o dia e vigilante à noite: esta é a vida de Matt Murdock (Charlie Cox), que desenvolveu habilidades especiais após sofrer um acidente que o cegou na infância. Um dos heróis mais amados da Marvel, o Demolidor tenta tornar mais seguras as ruas de Hell’s Kitchen, em Nova York. Diversos vilões e anti-heróis famosos dos quadrinhos já o enfrentaram, como o Rei do Crime (Vincent D’Onofrio), Elektra (Élodie Yung), o Justiceiro (Jon Bernthal) e o Mercenário (Wilson Bethel).

Demolidor.

O Homem sem Medo tem 91% de aprovação geral da crítica e 95% do público no Rotten Tomatoes. Os críticos citam a fidelidade aos quadrinhos, as cenas de ação impressionantes e um bom vilão como alguns dos segredos do sucesso de Demolidor. Já para os fãs, a atmosfera dura e sóbria das ruas de Nova York e as incríveis coreografias de luta são elementos essenciais que ajudam na composição da série. Demolidor foi inesperadamente cancelada após a sua 3ª temporada.

fonte:
Minha Série

Deixe sua opinião, dúvida ou crítica!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.