H.R. Giger, artista plástico, pai de “Alien”, morre aos 74 anos

giger
  • Save

A lenda do design H.R. Giger, cujo portfólio inclui uma série de impressionantes capas de álbuns e a imagem assustadora do alienígena nasaga “Alien”, morreu na segunda-feira (12), aos 74 anos.

O artista suíço caiu de uma escada no início da semana. Os ferimentos do acidente teriam sido a causa da morte. A informação foi confirmada pelo canal de TV suíço SRF e replicada pelo site “Fact”.

O artista plástico se lançou em várias áreas durante a carreira, incluindo pintura, cenografia, ilustração e escultura. Giger constituiu a imagem do alienígena com dentes afiados e pele viscosa que se tornou icônico desde o primeiro filme da série, “Alien”, de Ridley Scott, lançado em 1979. O artista ganhou Oscar de Efeitos Especiais pelo trabalho. Giger também foi responsável pelo design do filme “A Experiência” (1995).

Com inspiração no surrealismo e no sci-fi, suas obras são ricas em detalhes e carregam forte influência da arquitetura e design industriais. Construiu, através de sua obra, híbridos fantasmagóricos entre o orgânico e o mecânico.

Hans Rudolf Giger ( 5 de fevereiro de 1940 — Zurique, 12 de maio de 2014 ) foi um artista plástico suíço com obras no campo da pintura, escultura, design de comunicação e de interiores e cinema. Ligado a corrente do surrealismo e da arte fantástica, H.R. Giger (como é conhecido no mundo da Arte) cedo se destacou pela sua técnica extrema na utilização do aerógrafoem detrimento do pincel, e, pela sua temática trabalhada nos limites de horror e do erotismo.

Você ja viu? :  Diretor de Game of Thrones revela um desejo: dirigir o filme solo da Viúva Negra

Com a utilização da aerografia – técnica muito utilizada pelos pintores hiper-realistas norte-americanos -, conduziu a arte do fantástico para um patamar técnico superior, criando cenários e ambientes “ultra-realistas” incomuns, quase palpáveis. Destas obras destacam-se “masterpieces” como “Birthmachine” de 1967 e “The Spell I” de 1973, entre outras.

Sempre inovador, viria posteriormente a desenvolver inúmeras obras em 3D e mesmo novos processos plásticos, como a utilização de fotocopiadoras xerox como método de obter novos grafismos.

Giger foi autor de um dos mais conhecidos cenários e “monstros” da história do cinema, o Alien, cujo primeiro filme, da saga – no qual trabalhou -, lhe proporcionou um Oscar para Melhores Efeitos Especiais. É dos autores mais copiados e plagiados da Arte Contemporânea.

fonte:cinema.uol.com.br , wikipedia

  • Save

Melhores sagas de filmes para maratonar!

Venha conhecer as melhores sagas de filmes para maratonar em casal ou com os amigos. Existem muitas sagas de filmes que são ótimas para assistir em sequência aumentando…

Melhores apps para assistir a filmes e séries pelo celular
  • Save

Melhores aplicativos para assistir filmes grátis pelo celular

Os usuários de iOS e Android que gostam de assistir às suas séries e filmes favoritos grátis pelo celular podem contar com alguns apps específicos para isso. Assistir filmes grátis pelo celular…

  • Save

Os melhores e piores filmes da Marvel

Se você esta na dúvida do que assistir acabou de encontrar a solução! Separamos para você os melhores e piores filmes da marvel na nossa opinião. O Marvel Cinematic…

Todos os direitos reservados - Poltrona de Cinema
English EN Portuguese PT Spanish ES
Share via
Copy link