Daniel Radcliffe se tornou alcoólatra pela pressão pós-Harry Potter

A ideia de ter que lidar com a pressão e com a carreira depois de viver o protagonista de Harry Potter fez com que Daniel Radcliffe passasse a beber álcool com frequência, até que o abuso se tornou vício. Em entrevista ao programa Sky Arts, de acordo com o site do jornal britânico The Guardian, o jovem ator revelou que decidiu parar quando percebeu que o álcool “não estava me fazendo feliz como eu gostaria.”

“Eu não me beneficiava em nada por beber”, disse Radcliffe, que largou o vício ainda em 2010, no período em que ainda interpretava o bruxo Harry Potter na franquia multimilionária. “Eu vivia com medo de quem iria conhecer, do que eu poderia dizer a eles e o que poderia ser feito depois disso. Então, ficava no meu apartamento por dias, bebendo sozinho. Eu era um recluso aos 20 anos. Era patético, não era eu: sou divertido, educado, mas [o álcool] me tornou rude.”

Para justificar o vício, Radcliffe explicou que era difícil viver sendo o ator que havia dado vida ao personagem dos livros, com milhões de fãs ao redor do planeta. “Não era uma pressão real, mas era uma pressão de viver pensando ‘e se todas essas pessoas dizendo que não vou ter uma carreira, se elas estiverem certas?. E se elas estiverem rindo e eu estarei fadado a aparecer naquelas listas de por onde anda fulano?’”

Radcliffe tem se esforçado para não sair de cena, contudo. Após Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, ele fez teatro, protagonizou a série A Young Doctor’s Notebook, o filme de terror A Mulher de Preto e interpreta Allen Ginsberg no recém-lançado Versos de Um Crime.

“As pessoas não me chamam mais de Harry Potter, elas tendem a saber o meu nome, o que é incrível”, disse o ator. “Mas sempre creditarei as minhas oportunidades ao Harry Potter. Eu não seria uma pessoa feliz hoje se fosse amargurado por causa daqueles dez anos da minha vida.”

Daniel Jacob Radcliffe (Londres, 23 de julho de 1989) é um ator britânico de cinema, televisão e teatro que se tornou famoso interpretando o personagem principal da série cinematográfica Harry Potter, baseada na série de livros da autora britânica J. K. Rowling.  Foi selecionado para interpretar o menino-bruxo depois de uma série de audições realizadas em 2000. Após 10 anos envolvido com as filmagens da série, Radcliffe encerrou sua participação em dezembro de 2010 com a adaptação do último livro, que para a tela grande fora dividido em duas partes, Harry Potter and the Deathly Hallows.

Começou a atuar profissionalmente em 1999 ao participar do telefilme David Copperfield, uma adaptação do romance de mesmo nome de Charles Dickens. Posteriormente, debutou no cinema como Mark Pendel no suspense The Tailor of Panama (2001); e apareceu em outras produções de menores portes, como o longa independente australiano December Boys (2007) e o telefilme britânico My Boy Jack (2007). Em 2008, recebeu atenção especial da mídia por sua atuação na peça Equus do dramaturgoPeter Shaffer; peça na qual Radcliffe foi aclamado por sua atuação como o perturbado Alan Strang.1 Em 2011, Radcliffe retornou à Broadway com o musical How to Succeed in Business Without Really Trying, e, logo após o lançamento do último filme da série Potter, Radcliffe estrelou o thriller The Woman in Black (2012).

Estima-se que a fortuna de Radcliffe seja de aproximadamente £54 milhões (R$ 157 milhões), boa parte devido ao seu êxito obtido com a série Harry Potter. Além disso, o ator colabora regulamente com distintas organizações como a Demelza House eGet Connected, que angariam fundos pra fins benéficos.

fonte:rollingstone.uol.com.br , wikipedia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *