Cinema Nacional – Comédias nacionais para você chorar de rir

Cinema Nacional – Então o seu objetivo é rir, mas RIR MUITO mesmo? Temos certeza que comédias abaixo cumprirão essa missão. São filmes que tem características regionalistas, outros com crises de identidade para várias idades e um tanto de outros temas que faz qualquer um se identificar e achar graça. Esperamos que goste!

Comédias nacionais que vão fazer você chorar de rir

O Shaolin do Sertão (2016)

Neste filme, lutadores de vale-tudo estão em crise por falta de lutas nos anos 80 resolvem viajar pôr cidades interioranas enfrentando gente desconhecida.

É então que entra em cena Aluísio, um rapaz fascinado po cultura chinesa, especialmente Kung-Fu. Ele quer se tornar um mestre das lutas e ser um Shaolin, como seu ídolo.

Cine Holliúdy (2013)

O diretor já tinha alguma experiência com comédias e conseguiu fazer outro excelente filme.

Com o regionalismo característico do Ceará, o filme conta a história de um produtor de cinema que, com a chegada da televisão na casa das famílias na década de 70, começa a perder público. Ele faz de tudo para manter a paixão pela sétima arte viva e o seu “Cine Holliúdy” de pé.

Divã (2009)

Mercedes tem quarenta anos e está em crise. Casa, mãe de dois filhos, ela decide procurar um psicanalista e isso acaba gerando um monte de mudanças, no seu casamento, no trabalho, na forma como ela se enxerga.

Um filme muito divertido que traz à tona as questões de mulheres mais velhas, coisa que não é muito comum no cinema.

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007)

O filme é baseado no livro “As Pelejas de Ojuara” do escritor Nei Leandro de Castro. A história ronda em torno de Zé Araújo, um mulherengo que se vê obrigado a casar com uma mulher e torna-se escravo dos sogros.

Para se livrar da humilhação, ele se transforma em um caboclo que vive a base de bebida, só se mete em confusão e enfrenta satanás.

Zoom (2015)

Um filme com produção brasileira e canadense e que mistura a técnica de live-action com animação. Só por aí já se vê que é diferente, né?

Vencedor da categoria melhor filme no Ithaca International Fantastic Film Festival, a produção interliga três personagens que vivem suas vidas em contextos diferentes, mas acabam se encontrando em suas histórias.

Veja Também: Os maiores e melhores dubladores do Brasil e seus personagens

A Mulher Invisível (2009)

Pedro acabou de ser traído pela esposa e milagrosamente encontra a mulher ideal, Amanda. O problema é que só ele a enxerga.

Ao mesmo tempo, uma vizinha dele, Vitória, fica viúva e tenta conquistá-lo, mas depois de descobrir que Amanda supostamente só existe em sua imaginação, Pedro passa a achar que está louco e que Vitória também é invisível.

Houve uma Vez Dois Verões (2002)

Chico está de férias numa praia, quando encontra Roza em um fliperama e se apaixona. Eles têm uma noite de amor, mas depois ela desaparece. Ele só vai encontrá-la de novo quando volta às aulas. Roza está grávida e muita coisa acontece até que o próximo verão chegue novamente.

Deus é Brasileiro (2003)

Baseado no conto “O Santo que não Acreditava em Deus”, de João Ubaldo Ribeiro, neste filme Deus decide tirar umas férias no Brasil.

À procura do seu substituto para os tempos de descanso, ele encontra um pescador, Taoca, que o ajuda na busca e vê nele uma oportunidade de se livrar dos seus problemas.

Gostou dos filmes? tem mais alguma sugestão? Deixe seu comentário e sua opinião!

fonte:
https://www.pensador.com/melhores_filmes_brasileiros_de_comedia/

Gostou? Deixe sua opinião, dúvida ou crítica!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.