15 atores que morreram durante as filmagens

paul walker
  • Save

Além da tragédia e da tristeza que envolve todo o fato, o que acontece quando atores morrem no decorrer as filmagens ?

Confira abaixo os casos de atores que morreram no decorrer as filmagens de filmes e o que aconteceu com os filmes.

 em

O mundo ficou em choque em 30 de novembro de 2013, quando foi noticiada a mortede . Se o falecimento de alguém aos 40 anos já é algo que chama a atenção, o modo como tudo aconteceu foi até o momento mais impressionante. Walker faleceu em um incidente de carro (ironia do destino!), que pegou fogo após uma batida.

A tragédia abalou os fãs e também os companheiros de trabalho. As filmagens deVelozes & Furiosos 7 foram imediatamente interrompidas e apenas retornaram em abril do ano seguinte. O estréia do longa-metragem, inicialmente previsto para o verão americano de 2014, foi adiado em um ano. O diretor James Wan e os roteiristas tiveram que quebrar a cabeça para encontrar um meio de resolver a ausência de Brian O’Connor, já que Walker não tinha até o momento rodado sequências importantes do novo filme. Isso sem falar na própria motivação do elenco e equipe técnica, que tiveram que lidar com a ausência do amigo ao terminar de rodar o longa-metragem.

Os irmãos do ator, Caleb e Cody Walker, participaram do restante das filmagens como dublês de corpo. Além disto, foi recriado digitalmente em algumas sequências. O resultado foi bem sucedido. “É possível identificar alguns jogos de câmera que escondem o rosto do ator em alguns momentos, mas nunca fica clara a utilização de outro ator ou de efeitos visuais”, falou Lucas Salgado

Heath Ledger em O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus

Heath Ledger foi encontrado morto em seu apartamento em Manhattan, em 22 de janeiro de 2008. Ao seu lado, estava um punhado de remédios. Seu falecimento por overdose chocou os fãs e ampliou até o momento mais a expectativa por Batman – O Cavaleiro das Trevas, onde interpretaria o Coringa. Entretanto, Ledger já havia concluído o filme antes de falecer. O filme que enfrentou vários problemas devido à sua morte foi O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus.

Após a completa paralisação das filmagens por alguns meses, o diretor Terry Gilliamteve que reescrever todo o roteiro, já que Ledger apenas tinha gravado cerca de 1/3 das sequências. A saída foi convidar 3 astros amigos do diretor, Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell, e incluir na trama que o personagem Tony passava por transformações físicas no decorrer de sua jornada. O trio doou o salário ganho por este filme para a pequena Matilda, filha de Ledger.

Philip Seymour Hoffman em Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 2

Em 2 de fevereiro de 2014, Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York. O súbito falecimento afetou o planejamento do último filme da série Jogos Vorazes, já que ele até o momento não havia gravado todas as suas cenas.

Como havia uma grande cena que Hoffman não tinha rodado, a saída foi utilizar a tecnologia para recriá-lo digitalmente. Já em cenas secundárias o personagem foi simplesmente retirado ou o enquadramento da câmera e a iluminação foi alterada de forma a deixá-lo em segundo plano. O resultado até o momento não pôde ser visto, já que Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 2 apenas chegará aos cinemas em 19 de novembro deste ano.

Você ja viu? :  ‘Insecure’: Issa Rae está de volta no cartaz oficial da 5ª e última temporada; Confira!

Bruce Lee em Operação Dragão

Bruce Lee já era bastante conhecido como mestre do kung fu quando rodou Operação Dragão. Ele já tinha concluído as filmagens e apenas precisava gravar a dublagem de algumas cenas quando teve um edema cerebral fulminante, em 20 de julho de 1973. Ele tinha apenas 32 anos.

Operação Dragão foi concluído mesmo sem Lee e, ao ser lançado nos cinemas americanos, foi um tremendo sucesso. Tal desempenho fez com que outro filme fosse rodado, Jogo da Morte, apenas com cenas de arquivo envolvendo lutas do ator. No fim das contas, o longa-metragem foi todo construído em torno deste material, com dublês e jogo de câmera sendo utilizados nas demais cenas em que o personagem aparece.

Brandon Lee em O Corvo

Filho do lendário Bruce Lee, o promissor Brandon faleceu justamente naquele que prometia ser o filme que o alçaria ao estrelato. Sua morte aconteceu em pleno set de filmagens de O Corvo, ao rodar uma cena. Por um erro da equipe técnica, uma bala de verdade permaneceu no cano de um revólver. Ao gravar uma cena em que um vilão atiraria no personagem Eric Draven, o tiro matou o ator. A sequência filmada com a morte de Brandon foi destruída.

Apesar da morte do protagonista, até o momento dessa forma O Corvo pôde ser concluído e lançado comercialmente, tornando-se um sucesso cult. Dublês de corpo, cenas de arquivo e efeitos especiais foram utilizados nas poucas cenas que até o momento não haviam sido rodadas.

Marilyn Monroe em Something’s Got to Give

Ícone do cinema até hoje, Marilyn faleceu aos 36 anos em meio a muito mistério. Há quem diga que ela cometeu suicídio, mas as possibilidades de homicídio e uma overdose acidental nunca foram descartadas. Poucas semanas antes de seu falecimento, ela havia sido demitida de Something’s Got to Give, produção da 20th Century Fox. Seus problemas emocionais fizeram com que o filme tivesse um grande atraso no cronograma e, como a Fox estava em sérios problemas financeiros devido à complicada produção de Cleópatra, achou que a melhor solução seria mandá-la embora.

Dean Martin, coprotagonista de Something’s Got to Give, sempre foi contrário à demissão de Marilyn e falou que não atuaria no filme caso ela não estivesse no elenco. Com a morte da atriz, o projeto foi engavetado. Os 37 minutos das filmagens feitas na época estão disponíveis no Marilyn Monroe: The Final Days.

Cory Monteith em Glee

Com apenas 31 anos, Cory Monteith foi encontrado morto em um quarto de hotel em Vancouver, no Canadá. Além de provocar uma verdadeira comoção dos fãs, o falecimento provocou uma mudança de rumo na série Glee, onde ele era um dos protagonistas.

Você ja viu? :  6 séries muito boas na Netflix para assistir com filhos mais jovens

A mudança afetou principalmente a personagem Rachel, interpretada por Lea Michele. Coube a ela ocupar o posto vago de líder do Glee Club, ocupado até então por Cory, na temporada final da série – que já não contou com o ator.

River Phoenix em Dark Blood

Astro em ascensão aos 23 anos, uma indicação ao Oscar (por O Peso de um Passado) e filmes populares como Conta Comigo e Indiana Jones e a Última Cruzadano currículo. River Phoenix tinha uma carreira promissora que foi interrompida por uma overdose de drogas, em 31 de outubro de 1993.

Dark Blood, o filme que River estava rodando na época, foi interrompido e dessa forma ficou por longos 20 anos. Temendo que o material gravado se deteriorasse, o diretor George Sluizer conseguiu financiamento para enfim concluí-lo. O resultado foi exibido na Mostra de Cinema de São Paulo 2013, com uma narração do diretor em cima de imagens congeladas nos trechos que não foram rodados,  lendo o que estava previsto no roteiro.

Oliver Reed em Gladiador

O veterano Oliver Reed faleceu até o momento no decorrer as filmagens de Gladiador, devido a um ataque cardíaco. No filme ele interpretava Proximo e, como já havia participado de cenas cruciais para o filme, o personagem não podia ser cortado – e substituí-lo por outro ator resultaria em um alto custo decorrente de rodar tais cenas novamente.

A saída foi alterar o roteiro, de forma que o personagem morresse no decorrer da história. Ainda dessa forma, o diretor Ridley Scott pediu a autorização da família para que pudesse aproveitar cenas de Reed para que seu rosto fosse incluído digitalmente no corpo de outro ator.

John Candy em Dois Contra o Oeste

Um dos comediantes mais queridos e populares dos anos 1980, John Candy faleceu em 4 de março de 1994 devido a um infarto fulminante. Ele estava em meio às filmagens de Dois Contra o Oeste, um filme que foi obrigado a fazer devido a questões contratuais.

Como Candy já havia rodado boa parte do filme, poucas eram as cenas que até o momento precisavam ser feitas. Parte delas foi reescrita de forma que seu personagem não estivesse em cena, outra contou com o apoio de dublês e algumas foram simplesmente retiradas do roteiro.

Natalie Wood em Projeto Brainstorm

Eis um dos casos mais obscuros de Hollywood. Em 29 de novembro de 1981, ela estava navegando em um iate ao lado do marido, Robert Wagner, e o amigoChristopher Walken. Ao cair do barco, ela não conseguiu retornar e acabou se afogando, aos 43 anos. O telefilme A Misteriosa Morte de Natalie Wood aborda este fato.

Natalie Wood estava fimando com Christopher Walken a Projeto Brainstorm quando faleceu. Sua morte iniciou uma disputa entre os produtores, que queriam cancelar o filme e receber o dinheiro do seguro, e o diretor Douglas Trumbull, que acreditava que poderia terminá-lo rodando as cenas restantes com o apoio de dublês e truques envolvendo o posicionamento das câmeras. O embate foi vencido por Trumbull, que conseguiu lançar o filme 2 anos depois. Por outro lado, nunca mais conseguiu dirigir outro filme para um grande estúdio de Hollywood.

Você ja viu? :  Cartazes incríveis de séries, filmes e bandas

Tyrone Power em Salomão e a Rainha de Sabá
Um dos maiores astros de Hollywood na 1º metade do século XX, Tyrone Power morreu em pleno set de filmagens. Ao rodar uma cena de esgrima para Salomão e a Rainha de Sabá, ele teve um ataque cardíaco fulminante. Morreu aos 44 anos, logo após ser carregado para a ambulância.

Apesar de Tyrone já ter rodado mais da metade das cenas, o diretor King Vidor achou melhor contratar Yul Brynner para o papel de Salomão e rodar tudo de novo. Ainda dessa forma, algumas cenas com Tyrone foram utilizadas no filme, quando o personagem é visto ao longe. Apesar disto, seu nome não foi incluído nos créditos do longa-metragem.

Jean Harlow em Saratoga

Símbolo sexual nas décadas de 1920/30, Jean Harlow teve uma vida curta e morreu aos 26 anos. Restando poucos dias para o término das filmagens de Saratoga, ela foi internada devido a uma infecção causada por insuficiência renal e acabou falecendo.

As cenas restante foram rodadas com o auxílio de uma dublê e o uso de enquadramentos mais abertos, sem focar muito em sua personagem. Foi um tremendo sucesso comercial nos Estados Unidos, já que o falecimento da atriz atraiu o público para conferir seu último trabalho.

Martha Mansfield em The Warrens of Virginia

Martha tinha apenas 24 anos e estava descansando entre as filmagens, dentro de um carro. Alguém passou por perto, acendeu um cigarro e jogou fora o palito de fósforo – que caiu dentro do veículo! Como ela vestia um figurino altamente inflamável, logo virou uma bola de fogo. Faleceu no dia seguinte, devido às queimaduras.

Apesar do ocorrido, o longa-metragem foi lançado normalmente nos cinemas no ano seguinte.

Vic Morrow em No Limite da Realidade

Esta é, de longe, a mais chocante das mortes citadas nesta matéria especial. Vic participava da versão cinematográfica da série de TV Twilight Zone e, ao rodar uma cena de envolvendo duas crianças e um helicóptero, teve um incidente terrível: ele e uma das crianças foram decapitados e o outro ator mirim foi esmagado, após o helicóptero perder o controle.

O diretor John Landis e os produtores responderam a um processo judicial, por homicídio involuntário, mas foram inocentados. O filme estreou comercialmente um ano depois, com cenas do ator no 1º segmento.

fonte:adorocinema.com

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Todos os direitos reservados - Poltrona de Cinema 2021
English EN Portuguese PT Spanish ES
Share via
Copy link